SPPREV realiza recenseamento de seus aposentados e pensionistas.

Com início em janeiro deste ano, o projeto de monitoramento continuado e de recenseamento dos participantes da São Paulo Previdência (SPPREV) deve realizar cerca de 24 mil visitas anuais. A iniciativa, com base na Lei nº. 10.887/04, tem o objetivo de promover melhorias no gerenciamento e no controle da base de dados dos beneficiários da autarquia.

Entre outras ações, o monitoramento inclui a aplicação de questionário e a consequente elaboração de laudo técnico de diagnóstico social, a digitalização de documentos pessoais e a coleta de características biométricas (impressão digital) dos inativos e pensionistas da SPPREV.

Nesta primeira fase, estão sendo agendadas visitas aos inativos e pensionistas residentes no Estado de São Paulo. Em momento oportuno, os beneficiários residentes fora do Estado serão contatados e receberão as devidas instruções sobre sua atualização cadastral.

A seleção dos pensionistas e aposentados que estão sendo convocados ocorre de forma aleatória e as visitas são feitas em etapas, de modo a abranger a totalidade dos participantes da SPPREV.

Os serviços estão sendo executados pelo Instituto de Organização Racional do Trabalho (IDORT). Por meio de contato telefônico, cada participante recebe informações sobre a data, o local e a forma pela qual será realizada a atualização dos dados.

Como medida de segurança, os profissionais do instituto estarão sempre uniformizados e identificados pelo uso do crachá. No entanto, se ainda assim o beneficiário quiser certificar-se sobre o técnico que está em sua residência, além de esclarecer alguma dúvida a respeito do recenseamento, poderá entrar em contato com o IDORT pelo telefone 0800 888 2425. Para tratar de demais assuntos, deve-se procurar o serviço de teleatendimento da autarquia – 0800 777 7738

FacebookTwitterGoogle+WhatsAppCompartilhar