Obras da CPTM avançam para ligar capital ao Aeroporto de Cumbica

Primeira linha construída pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), a 13-Jade (Engenheiro Goulart–Aeroporto Guarulhos) reúne algumas particularidades para fazer a conexão por trilhos da capital paulista ao Aeroporto Internacional André Franco Mon toro, em Guarulhos. “Executar as transposições sobre as rodovias Ayrton Senna e Dutra e o Rio Tietê foram os principais obstáculos, além de negociação com 35 entidades participantes no empreendimento”, destaca o engenheiro responsável pelas obras Jackson Teixeira Eugênio.

O empreendimento, quando estiver finalizado, ligará o maior aeroporto da América do Sul à malha metroferroviária de 330 quilômetros de linhas de trem da CPTM e do Metrô de São Paulo, além de atender os moradores de Guarulhos, a segunda maior cidade da Grande São Paulo. “Somente o GRU Airport (empresa que administra o aeroporto) tem 35 mil funcionários. Os moradores da região poderão se deslocar à capital por trilhos”, enfatiza Eugênio. A estimativa é transportar 130 mil passageiros por dia. Dos 12,2 quilômetros de trilhos, 7,9 quilômetros estão construídos em via elevada e 3 quilômetros em superfície.

Pela complexidade do projeto, até um drone foi usado para a produção de imagens aéreas da via férrea “a fim de acompanhar o andamento das obras e outras demandas operacionais até a Rodovia Dutra. Para garantir a segurança, no trecho próximo ao aeroporto não usamos drone”, destaca o engenheiro. A previsão é concluir as obras em março e iniciar a operação em fase de testes em abril.

Veja a notícia na íntegra.

FacebookTwitterGoogle+WhatsAppCompartilhar