Novembro Azul: ações contra o medo, o preconceito e a favor da prevenção

No mês dedicado à prevenção da saúde do homem, denominado Novembro Azul, o médico Luis Augusto Seabra Rios lamenta que “o medo e o preconceito de procurar o urologista atrapalhem o aumento do rastreamento de doenças masculinas no Brasil”.

Diretor do Ser- viço de Urologia do Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE), localizado na Vila Clementino, zona sul da capital, Seabra Rios afirma que em São Paulo o nível de informação ainda é maior, mas que em outras regiões do País existe bastante desinformação.

Ele ressalta a importância do diagnóstico precoce, o que aumenta as possibilidades de tratamento curativo de câncer de próstata, por exemplo.

Veja a matéria na íntegra, acesse!

Fonte: II–São Paulo, 127 (209) – quinta-feira, 9 de novembro de 2017
FacebookTwitterGoogle+WhatsAppCompartilhar