MOVIMENTO S.O.S. SEGURANÇA PÚBLICA SE REÚNE COM DGP

Dando cumprimento a agenda pré-estabelecida dentro dos princípios legais do movimento reivindicatório das entidades de classes da Polícia Civil e Polícia Técnico Científica que formam o Movimento Unificado S.O.S. Segurança Pública, os líderes classistas estiveram na manhã deste dia 9 de maio reunidos por quase duas horas com o Delegado Geral de Polícia Youssef Abou Chahin, com o apoio da FEDERAÇÃO DOS SINDICATOS DOS SERVIDORES PÚBLICOS NO ESTADO DE SÃO PAULO – FESSP-ESP, representada pela sua vice-presidente, Maria Clara Paes Tobo e os diretores Mauro de Campos – Assuntos de Servidores Estaduais e Paulo Carvalho Catelan – Assuntos Jurídicos.

O porta-voz do Movimento e presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia, George Melão, fez a entrega do ofício contendo a pauta reivindicatória única ao chefe da Polícia Civil, o qual de pronto empenhou mais do que o seu apoio, o seu compromisso de advogar em prol das reivindicações classistas, inclusive acompanhando os integrantes do Movimento durante encontro com o Secretário de Segurança, Alexandre de Moraes, agendado para o próximo dia 19 de maio, pois conforme ele próprio afirmou: A pauta apresentada pelos líderes classistas é a mesma que defende para a conquista de uma Polícia Civil, com administração empresarial, sem qualquer ingerência política, onde o policial motivado, aparelhado e melhor remunerado, deverá apresentar sempre os melhores resultados do seu trabalho em prol da população.

Os líderes das classes representadas no Movimento agradeceram o apoio do Delegado Geral, Youssef Abou Chahin, enfatizando que por representarem a face mais tormentosa do Estado, os servidores da Polícia Civil, assim como da Polícia Técnica Científica necessitam com urgência do mínimo essencial para que os policiais, independente da carreira, viva com dignidade, pois há muito e com enorme sacrifício pessoal e familiar estão fazendo cada um a sua parte, enquanto há mais de dois anos o Governo não cumpre a parte que lhe cabe, ou seja, o reconhecimento.
FacebookTwitterGoogle+WhatsAppCompartilhar