MAIS UMA APOSENTADORIA COM PARIDADE E INTEGRALIDADE

Em mais uma ação proposta contra a São Paulo Previdência –SPPREV – em favor do seu sindicalizado J.M.G.L., o juiz da 2ª Vara da Fazenda Pública julgou procedentes todos os pedidos para condenar a SPPREV ao recálculo da aposentadoria do autor e ao respectivo apostilamento, conforme a Lei Complementar Federal nº 51/85, garantindo-lhe a integralidade dos proventos, com paridade ao cargo efetivo em que se deu sua aposentadoria, condenando, ainda, a SPPREV ao pagamento das diferenças devidas até o efetivo apostilamento, corrigidas monetariamente e acrescidas de juros moratórios a partir da citação.

PORTANTO CARO FILIADO, DIVULGUE PARA SEU COLEGA DE TRABALHO QUE AINDA NÃO FAZ PARTE DO SINDICATO, O QUANTO É IMPORTANTE CONTAR COM O AMPARO JURÍDICO E JUDICIAL DA SUA ENTIDADE.

VENHA FAZER PARTE DA FAMÍLIA SINTELPOL.

FacebookTwitterGoogle+WhatsAppCompartilhar

Deixe uma resposta